Currículo - Lilian Abdalla

Lilian Abdalla é atriz e contadora de histórias, formada pelo Teatro Escola Célia Helena (1998) e com pós-graduação no curso “A Arte de Contar Histórias”, ministrado em A Casa Tombada pela Facon (2018), produzindo o TCC como resultado deste curso “As histórias e o ato de contá-las para os velhos de hoje. No mesmo ano participou do curso Histórias de Vida com a atriz performática e pesquisadora Sandra Lessa no Museu da Pessoa/SP fazendo parte do livro coletivo “Narradores de Vida” com o conto: O sorriso mais lindo do mundo. Em 2020 participou do curso Rito de passagem das fotografias com Sandra Lessa, onde desenvolveu o video-conto: "O meu mundo em preto e branco". Tem participado de oficinas de contação com profissionais da área como Simone Grande, Celia Gomes, Gislayne Matos, Kiara Terra e Ana Luísa Lacombe. Na França, participou do ateliê de histórias com Ludovic Souliman. Foi integrante da Cia Leque de Histórias e fundou a Cia Arlekrim, em 2013, originalmente focada no repertório infantil. Atualmente, é integrante do grupo de contação de histórias para adultos "Coletivas"

Como facilitadora de workshops para a terceira idade atuou no Núcleo de Convivência do Idoso, Casa Dom Helder – Vila Mariana/SP em 2019.

É criadora e facilitadora do curso para o público sênior "Vivência com Histórias 60+" que aconteceu online durante a pandemia entre 2020 e 2021. Em 2023 ganhou o edital da Caixa Econômica com a vivência para a terceira idade: “Sabedoria em Cena: histórias que transcendem”.  É integrante da dupla musical-narrativa UMBANDOdeDOIS, com o compositor e músico Plinio Machado desde 2020 se apresentando como cantora e narradora no espetáculo “Le Loukoume à la Pistache”. Em 2023 iniciou a investigação sobre o tema da menarca. Juntou-se à artista plástica Isabelle Benard, buscando a união das histórias com as imagens, no que resultou na instalação, Menarca.

Formada pela PUC-SP como professora de inglês, fundou a escola de idiomas Idiomatik em 1985. É formada como guia em ecoturismo pelo Senac em 2001 e, em 2002, criou o programa de imersão em Inglês junto com Cristiana Ceschi aliando turismo à prática de conversação, com três roteiros: Centro turístico da cidade de São Paulo, Parque da Cantareira e Vila de Paranapiacaba (SP). Foi professora da escola de idiomas Senac, de 2001 a 2008, coordenando o programa de imersão em idioma estrangeiro. Como professora de Francês, ministra aulas particulares e, em 2018, criou o grupo de conversação espontânea no idioma francês “Café d’après midi” que coordena desde então pelo Meet Up.